Director de Informação da RNA desencoraja jornalistas de recorrerem a denúncias ao Portal “A DENÚNCIA”

 Director de Informação da RNA desencoraja jornalistas de recorrerem a denúncias ao Portal “A DENÚNCIA”

Director de Informação da RNA desencoraja jornalistas de recorrerem a denúncias ao Portal “A DENÚNCIA”

 

O director de Informação da Rádio Nacional de Angola (RNA), António Kapapa, desencorajou os jornalistas da redacção central da RNA, numa reunião marcada com carácter urgente, de recorrerem a denúncias ao Portal “A DENÚNCIA”, com o sentido de se absterem de prestar informações relacionadas com situações de má gestão do actual Conselho de Administração, liderado por Pedro Cabral, “para não manchar o bom nome da instituição”.

 

As nossas fontes garantem que existe na Direcção da Informação um clima de algumas ameaças contra quem for descoberto de ser fonte do Portal “A DENÚNCIA”, “porque se pretende tapar irregularidades que esse Conselho de Administração está a cometer”.

 

“Para além de se estar a acomodar “amigos”, em detrimento da competência e mérito, há mais coisas que toda a gente sabe mas fica com medo de denunciar, sob pena de ser conotado e até perder o emprego”, revelam as fontes.

António Kapapa, que se reuniu com jornalistas e editores do turno da manhã, ontem, sexta-feira, 22, disse que “os problemas devem ser resolvidos internamente e não com recurso à exposição pública, ainda mais para o Portal do Carlos Alberto, sabendo que os seus textos são lidos por pessoas da superstrutura do país”.

 

O responsável mostrou-se disponível para ouvir e receber contribuições de todos sempre que cometer alguma irregularidade no exercício das suas funções e apelou para que se fizesse o mesmo para se promover o bom nome de todos os que fazem parte do Conselho de Administração.

 

Referiu ser urgente dirimir os problemas e se pensar para o desenvolvimento da empresa, com entrega e abnegação de todos. Mostrou-se insatisfeito com a publicação do Portal “A DENÚNCIA” que dá conta de que ele próprio é uma figura decorativa e que quem manda actualmente na Direcção de Informação e na Redacção é a Chefe de Produção Vânia Varela, por, segundo o que disse na reunião de urgência, “não espelhar a realidade”.

 

Fontes do Portal “A DENÚNCIA” aludem a necessidade de António Kapapa se posicionar como director e delimitar as competências da Chefe de Produção Vânia Varela e deixar efectivamente que o Chefe de Redacção exerça a gestão da redacção e que ela pare de se intrometer na aplicação de faltas, uma tarefa exclusiva dos editores e secretariado.

 

As nossa fontes avançaram ainda que a Chefe de Produção é um factor de instabilidade na redacção, não fala com quase todas as colegas. O comportamento menos urbano foi registado nas viagens do projecto mais país, onde provocava a colega Felisbela Wegie.

 

“Todos nós alertámos ao Lau para não insistir na nomeação da Vânia Varela, por representar a intriga na redacção”, sublinham as fontes.

 

O Portal “A DENÚNCIA” tomou conhecimento de que após a publicação da nossa denúncia-notícia intitulada “PCA E ADMINISTRADOR PARA CONTEÚDOS DA RNA ACUSADOS DE VIOLAR ORGANOGRAMA PARA ACOMODAR “UMA AMIGA””, o administrador Africano Neto foi orientado a partilhar nas redes sociais um passe antigo de Chefe de Produção – do anterior Conselho de Administração  – desmentindo, praticamente, o actual PCA Pedro Cabral e o administrador para a área  de Conteúdos Estanislau Garcia que garantiram, no contraditório exercido, que o cargo de Chefe de Produção na Direcção de Informação foi criado no organograma produzido na “primeira reunião do actual Conselho de Administração“, algo que foi desmentido por esse passe de Africano Neto, que circulou nas redes sociais.

 

Carlos Alberto

http://adenuncia.ao

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Não é possível copiar o conteúdo desta página
ENVIAR MESSAGEM
Estamos online
Ola podemos te ajudar??